HISTORIA DEL BARROCO

Ver el tema anterior Ver el tema siguiente Ir abajo

HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:15 pm


Barroco




Barroco é o nome dado ao estilo artístico que floresceu entre o final do século XVI (1500) e meados do século XVIII (1750), inicialmente na Itália, difundindo-se em seguida pelos países católicos da Europa e da América, antes de atingir, em uma forma modificada, as áreas protestantes e alguns pontos do Oriente. Considerado como o estilo correspondente ao absolutismo e à Contrarreforma, distingue-se pelo esplendor exuberante. De certo modo o Barroco foi uma continuação natural do Renascimento, porque ambos os movimentos compartilharam de um profundo interesse pela arte da Antiguidade clássica, embora interpretando-a diferentemente, o que teria resultado em diferenças na expressão artística de cada período.




avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:16 pm

Enquanto no Renascimento as qualidades de moderação, economia formal, austeridade, equilíbrio e harmonia eram as mais buscadas, o tratamento barroco de temas idênticos mostrava maior dinamismo, contrastes mais fortes, maior dramaticidade, exuberância e realismo e uma tendência ao decorativo, além de manifestar uma tensão entre o gosto pela materialidade opulenta e as demandas de uma vida espiritual.





avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:18 pm

Mas nem sempre essas características são evidentes ou se apresentam todas ao mesmo tempo. Houve uma grande variedade de abordagens estilísticas, que foram englobadas sob a denominação genérica de "arte barroca", com certas escolas mais próximas do classicismo renascentista e outras mais afastadas dele. As mudanças introduzidas pelo espírito barroco se originaram, pois, de um profundo respeito pelas conquistas das gerações anteriores, e de um desejo de superá-las com a criação de obras originais, dentro de um contexto social e cultural que já se havia modificado profundamente em relação ao período anterior.




avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:29 pm

Usualmente, considera-se que termo "barroco" advém da palavra portuguesa homônima que significa "pérola imperfeita". Segundo outras opiniões o termo tem origem na fórmula mnemotécnica BAROCO, o que daria ao termo um sentido pejorativo de raciocínio estranho, tortuoso, que confunde o falso com o verdadeiro.





avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:30 pm

A palavra foi rapidamente introduzida nas línguas francesa e italiana, mas nas artes plásticas, só foi usada no fim do período em questão, pelos críticos dos excessos e irregularidades de um estilo já então decadente e visto como uma simples degeneração dos princípios clássicos. A carga pejorativa que se ligou ao conceito de Barroco só começou a ser dissolvida em meados do século XIX, a partir dos estudos de Jacob Burckhardt, mas em especial no livro Renascimento e Barroco (1888), de Heinrich Wölfflin.


Jacob Christoph Burckhardt (Basiléia, 25 de maio de 1818 — Basileia, 8 de agosto de 1897) Historiador de arte e cultura, foi professor de História da Arte na Universidade de Basileia e na Universidade de Zurique. Escreveu importantes obras sobre a cultura e a história de arte.


avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:31 pm

O conceito só foi positivamente formulado por Wölfflin no final do século XIX. Críticos e historiadores da arte contemporâneos contestam, no entanto, a existência do "barroco" como um movimento artístico, considerando, em primeiro lugar, que o termo nunca existiu durante o período histórico a que se refere. Entre 1580 e 1750, nenhum texto ou obra se afirma como "barroco".
Segundo Leon Kossovitch, "somos nós, enquanto periodizadores, que inventamos essa categoria de pensamento". Kossovitch conclui que essa operação periodizadora é "absolutamente nefasta", por achatar as diferenças, forçando unificações. Essa unificação forçada teria levado Wölfflin a excluir Nicolas Poussin do seu esquema, por não se encaixar no seu "barroco".

Heinrich Wölfflin,escritor, filósofo, crítico e historiador da arte. Nasceu em Winterthur, Suíça em 21 de junho de 1864 e faleceu Zurique em 19 de julho de 1945. Wölfflin foi um dos mais influentes historiadores da arte do século XX. Autor de livros consagrados, tais como: A Arte Clássica, Conceitos Fundamentais da História da Arte e Renascença e Barroco.

avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:33 pm

Tem sido dito que o Barroco teve precursores já na Alta Renascença, em obras como o Incêndio no Burgo, de Rafael, ou no próprio Maneirismo, sendo invocadas como testemunho as obras maduras de Michelangelo, Tintoretto, Giambologna, Barocci e outros, e a arquitetura da Igreja de Jesus em Roma, cuja fachada célebre é de Giacomo della Porta, mas usualmente se refere seu início estando na passagem do século XVI para o século XVII.

Sala do Incêndio de Borgo, Vaticano, assim chamada por causa da pintura que representa o papa Leão VI apagando milagrosamente um incêndio.

avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:34 pm

Politicamente a Itália havia perdido muito prestígio e força, mas culturalmente continuava a ser a maior potência europeia com Roma liderando a transição do Maneirismo para o Barroco. Embora tenha o Barroco assumido diversas características ao longo da história, seu surgimento está intimamente ligado à Contrarreforma, onde, como já se disse, a arte desempenhou um importante papel propagandístico. Nesse processo a Ordem dos Jesuítas foi de especial importância, agindo como um dos mais ativos paladinos da Contrarreforma e um dos maiores patronos de arte na época. Ordem afamada pelo seu refinado preparo intelectual, teológico e artístico, foi de enorme influência na determinação dos rumos estéticos e ideológicos seguidos pela arte católica, estendendo sua presença para a América e o Oriente através de suas numerosas missões de evangelização. Também foi um dos grandes responsáveis pela preservação da tradição do Humanismo renascentista, e segundo Bailey, longe de serem conservadores como às vezes foram considerados, atuaram na vanguarda de arte da época e promoveram o maior movimento de revivalismo da filosofia do classicismo pagão desde aquele patrocinado por Lorenzo de' Medici no século XV.

Santo Inácio de Loyola ou Loiola, nascido Íñigo López (Azpeitia, 31 de maio de 1491 — Roma, 31 de julho de 1556) foi o fundador da Companhia de Jesus, cujos membros são conhecidos como os jesuítas, uma ordem religiosa católica romana, que teve grande importância na Reforma Católica. Atualmente a Companhia de Jesus é a maior ordem religiosa católica no mundo.


Santo Inácio de Loyola por Peter Paul Rubens (1610-1612) Norton Simon Museum


avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:35 pm

Nesse novo contexto, a arte palaciana e sofisticada do Maneirismo já não encontrava lugar, e se tornara especialmente imprópria para a representação sacra. A orientação da Igreja agora era na direção de se produzir uma arte que pudesse cooptar a massa do povo, apelando para o sensacionalismo e uma emocionalidade intensa. O estilo produzido por este programa se provou desde logo paradoxal: pregava a fé mas usava de todos os meios para a sensibilização sensorial do público, era ao mesmo tempo um estilo fortemente sensual e espiritual. As imagens eram criadas com formas naturalistas como meio de oferecerem uma compreensibilidade imediata para o povo inculto, mas faziam uso de complexos recursos ilusionísticos e dramáticos, de efeito grandioso e teatral, para acentuar o apelo emotivo e estimular a piedade e a devoção. São especialmente ilustrativos os grandes painéis pintados nos tetos nas igrejas católicas nesse período, que aparentemente dissolvem a arquitetura e se abrem para visões sublimes do Paraíso, povoado de santos, anjos e do Cristo. Ainda que inspirado pelo movimento contrarreformista, o Barroco não se limitou ao mundo católico, afetando também áreas protestantes como a Alemanha, Países Baixos e Inglaterra.


Apoteose de Santo Inácio, teto da Igreja de Santo Inácio de Loyola, Roma, por Andrea Pozzo.

avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:37 pm

Outro elemento de importância para a formação da estética barroca foi a consolidação das monarquias absolutistas, que através da arte procuraram consagrar os valores que defendiam. Os palácios reais passaram a ser construídos em escala monumental, a fim de exibir visivelmente o poder e a grandeza dos Estados centralizados, e o maior exemplo dessa tendência é o Palácio de Versalhes, erguido a mando de Luís XIV da França.


Louis XIV em 1661 por Charles Le Brun.

avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:38 pm

Por outro lado, nesta mesma época a burguesia começou a se afirmar como uma classe economicamente influente, e com isso passou a se educar e abrir um novo mercado consumidor de arte. Tendo preferências estéticas distintas da realeza, foi importante para a formação de certas escolas barrocas mais ligadas ao realismo. Por fim, outra força ativa foi um renovado interesse no mundo natural e uma gradativa ampliação dos horizontes culturais através da exploração do globo e do desenvolvimento da ciência, que trouxeram uma consciência da insignificância do homem em meio à vastidão do universo e da insuspeitada complexidade da natureza. O florescimento da pintura de paisagem durante o Barroco foi um reflexo desses novos descobrimentos.


Landscape with Cows and Wildfowlers por Peter Paul Rubens, cerca de 1630

avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Dom Jul 22, 2012 7:40 pm

O contexto social em que floresceu o Barroco foi marcado por numerosas mudanças na situação política europeia e pelo conflito constante. Foi assinalado que entre 1562 e 1721 a Europa como um todo não conheceu a paz senão em quatro anos. A maior guerra deste período foi a Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), que envolveu a Espanha, França, Suécia, Dinamarca, Países Baixos, Áustria, Polônia, Império Otomano e Sacro Império. De início desencadeada pela disputa entre católicos e protestantes, logo repercutiu para o campo secular em questões dinásticas e nacionalistas. Na conclusão do confronto, a Paz de Vestfália determinou uma reorganização ampla na geografia política continental, favoreceu o fortalecimento de Estados absolutistas, enfraqueceu outros, mas reconheceu a impossibilidade da reunificação do Cristianismo, que foi deslocado como força política pelas realidades práticas da política secular.


Mapa da Europa em 1648, após o Tratado de Vestfália. A área em cinza representa os Estados alemães do Sacro Império.



avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Sáb Ago 11, 2012 10:09 pm

Na economia a principal mudança foi a formação de um sistema de mercado internacional através do desenvolvimento do sistema colonial nas Américas e Oriente, com a escravidão como uma das bases de seu funcionamento. O sistema bancário também foi aprimorado, as práticas de comércio se tornaram mais complexas e a importação de produtos coloniais, como o café, tabaco, arroz e açúcar, transformou hábitos culturais e a dieta. Junto com a afluência para a Europa de outros bens da colônia, incluindo grandes quantidades de ouro, prata e diamantes, o sucesso do sistema mercantil europeu enriqueceu o continente e afetou as relações sociais e políticas, originando novas regras de diplomacia e etiqueta, além de financiar um grande florescimento artístico.
El término de Paz de Westfalia se refiere a los dos tratados de paz de Osnabrück y Münster, firmados el 15 de mayo y 24 de octubre de 1648.


The Celebration of the Peace of Münster (1648) by Bartholomeus van der Helst




Última edición por carolina el Sáb Ago 11, 2012 10:11 pm, editado 1 vez
avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Sáb Ago 11, 2012 10:11 pm

Nesse espírito se encaixaram a religião, a filosofia moral e as ciências, na tentativa de melhor estudar a natureza e motivações do ser humano, a fim de que o conhecimento resultante fosse usado para fins práticos definidos, mormente o dirigismo e manipulação das massas por parte dos poderes constituídos, e a adaptabilidade por parte dos indivíduos em meio a um contexto agitado e incerto. Na cultura da época, o autoconhecimento, desejado desde o tempo de Sócrates, agora se revestia de um caráter tático, racional e utilitarista. E a partir do autoconhecimento e autodomínio, se acreditava que se conheceria o íntimo de todos os homens, e se poderia dominar a natureza e o ambiente social com mais facilidade, um processo que ficou explícito, por exemplo, na obra dos poetas Corneille e Gracián, dizendo que o homem era um microcosmo, e ao dominar-se se tornava mestre do mundo. Esse autoconhecimento possibilitava ainda que se fizessem previsões sobre tendências e comportamentos futuros, individuais e coletivos, aproveitando oportunidades e evitando desgraças. Nesse sentido, a cultura barroca foi essencialmente pragmática e regulada pela prudência, considerada no período a maior das virtudes a serem adquiridas. Diversos políticos e moralistas barrocos a enalteceram como meio de se manter alguma ordem e controle num mundo em eterna mudança.


Pierre Corneille, mais conhecido por Corneille (Rouen, 6 de junho de 1606 — Paris, 1 de outubro de 1684) foi um dos três maiores produtores de dramas na França, durante o século XVII, ao lado de Molière e Racine.


avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Sáb Ago 11, 2012 10:13 pm

Nessa pesquisa do ser humano um papel importante foi desempenhado pela medicina, considerando-se que se acreditava que as funções e aspecto do corpo refletiam condições da alma, e assim o estudo do corpo humano influenciou conceitos religiosos e morais, fazendo com que muitos doutores se sentissem habilitados a discorrer sobre economia, política e moralidade. Ao mesmo tempo, o estudo intensificado da anatomia humana e sua ampla divulgação em livros científicos e gravuras atraiu a atenção dos artistas, se multiplicaram representações do corpo morto em detalhe, e a descrição artística da morte e dos cadáveres e esqueletos foi usada para se meditar sobre os fins últimos da existência e da condição humana. O mesmo impulso científico alimentou o interesse pela psicologia e pela análise das emoções e motivações através da fisionomia física do indivíduo, considerada o espelho do seu estado de espírito, o que possibilitou a formulação de categorizações para os tipos caracterológicos.
Ainda que a religião tenha preservado uma grande ascendência sobre as pessoas, ela começou a declinar diante do crescente racionalismo e pragmatismo promovidos pela ciência e pela nova realidade política, desafiando antigas crenças fundamente enraizadas; foi a época da chamada revolução científica. Às vezes o conflito entre ciência e religião ainda se revelou momentoso, como por exemplo na condenação de Galileu pela Inquisição, mas os avanços foram rápidos e variados.

Galileu Galilei (Pisa, 15 de fevereiro de 1564 — Florença, 8 de janeiro de 1642) foi um físico, matemático, astrônomo e filósofo italiano e uma personalidade fundamental na revolução científica.
Portrait of Galileo Galilei by Justus Sustermans painted in 1636. National Maritime Museum, Greenwich, London.


avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Sáb Ago 18, 2012 12:57 am

O Renascimento havia preparado um ambiente receptivo para a disseminação de novas ideias sobre ciência e filosofia, e a principal questão da época era a proposta por Michel de Montaigne: "O que eu conheço?", ou seja, estava aberta a dúvida sobre a natureza do conhecimento e suas relações com a fé, a razão, a autoridade, a metafísica, ética, política, economia e ciência natural. A atitude de questionamento foi a marca da obra de grandes cientistas e filósofos da época, como Descartes, Pascal e Hobbes, cujas obras lançaram as bases de um novo método de pesquisa e de um novo modo de pensar, centrado no racionalismo e expandido para todos os domínios do entendimento e da percepção, repercutindo profundamente na maneira como o homem via o mundo e a si mesmo.


René Descartes (La Haye, Touraine, 31 de março de 1596 – Estocolmo, 11 de fevereiro de 1650) foi um filósofo, físico e matemático francês e uma das figuras-chave na Revolução Científica.





avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Sáb Ago 18, 2012 12:58 am

O espírito analítico da época influiu até mesmo na teoria da arte; consolidando uma tendência que se havia iniciado timidamente no século XVI, o Barroco foi o período em que se estruturaram as academias de arte e se fundou o método de ensino rigorosamente normatizado e categorizado conhecido como academismo, que teria imensa influência sobre toda a arte europeia pelos séculos vindouros. Depois de ensaios irregulares na Itália, o sistema acadêmico desabrochou na França no reinado de Luís XIV, onde foram criadas as primeiras academias de abrangência nacional para as várias modalidades da arte e ciências, das quais uma das mais notáveis e influentes foi a Academia Real de Pintura e Escultura.
Sob a direção de Charles Le Brun e o patrocínio real a Academia se tornou o principal braço executivo de um programa de glorificação da monarquia absolutista de Luís XIV, estabelecendo definitivamente a associação da escola com o Estado e com isso revestindo-a de enorme poder diretivo sobre todo o sistema de arte francês, o que veio a contribuir para tornar a França o novo centro cultural europeu, deslocando a supremacia até então italiana.


Charles Le Brun, retrato por Nicolas de Largilliere.





avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  carolina el Sáb Ago 18, 2012 1:00 am

Ao contrário do Renascimento, que buscava criar através da arte um mundo de formas idealizadas, purificadas de suas imperfeições e idiossincrasias individuais, dentro de uma concepção fixa do universo, durante o Barroco a mutabilidade das formas e da natureza e o dinamismo de seus elementos se tornaram evidentes. Ainda que os modelos do Classicismo idealista tenham permanecido uma referência importante, em sua interpretação barroca a observação da natureza como ela é, e não como ela deveria ser, ganhou peso e deu à obra uma feição em muitos pontos anticlássica, pela sua ênfase na emoção, no espetaculoso e no teatral, pelas contorções dramáticas das figuras, pelo registro das formas com suas imperfeições naturais e pela liberdade concedida ao artista para experimentar soluções individuais. As construções monumentais erguidas durante o Barroco, como os palácios e os grandes teatros e igrejas, e mesmo os ambiciosos planos barrocos de reurbanização de cidades inteiras, buscavam impactar os sentidos pela sua exuberância, opulência e grandiosidade, propondo uma integração entre as várias linguagens artísticas e prendendo o observador numa atmosfera catártica, retórica e apaixonada.
Além disso, o conceito de "barroco" tem sido transportado para áreas alheias à arte, como a política, a psicologia, a ética, a história e a ideologia social, fazendo dele mais do que um estilo artístico, mas um período histórico e um amplo movimento cultural.


A apoteose de Luís XIV, 1677 por Charles Le Brun, a arte acadêmica a serviço do Estado.




avatar
carolina

Mensajes : 215
Fecha de inscripción : 25/10/2011

Ver perfil de usuario

Volver arriba Ir abajo

Re: HISTORIA DEL BARROCO

Mensaje  Contenido patrocinado


Contenido patrocinado


Volver arriba Ir abajo

Ver el tema anterior Ver el tema siguiente Volver arriba

- Temas similares

 
Permisos de este foro:
No puedes responder a temas en este foro.